Suprema Corte se prepara para opinião que pode reverter Roe v Wade; Guarda Nacional será acionada

A Suprema Corte indicou que deve emitir opiniões na próxima segunda e quarta-feira, 13 e 15 de junho. Ainda não se sabe se o caso de Mississippi, que reverteria o precedente de Roe v Wade (aborto), estaria na pauta da semana que vem.

A informação é do SCOTUS Blog.

A Guarda Nacional já teria iniciado preparativos para conter ações violentas de extremistas pró-aborto, segundo a Fox News.

Tentativa de assassinato

Um ativista pró-aborto de extrema esquerda, residente da Califórnia, foi preso na madrugada de quarta-feira, 8 de junho, enquanto se preparava para assassinar o juiz da Suprema Corte, Brett Kavanaugh.

O extremista estava armado com uma arma, faca e várias ferramentas quando foi preso no início da manhã perto da casa do juiz Brett Kavanaugh em Maryland. Ele foi formalmente acusado de tentativa de assassinato, disseram autoridades federais em documentos judiciais apresentados na quarta-feira.

O homem foi transportado para o 2º Distrito de Polícia do Condado de Montgomery, em Bethesda, Maryland, disse a porta-voz da Suprema Corte, Patricia McCabe.

O homem foi identificado como Nicholas John Roske, de 26 anos, de Simi Valley, Califórnia. Ele foi acusado de tentativa de assassinato de um juiz da Suprema Corte. Se condenado, Roske enfrenta uma pena máxima de 20 anos de prisão federal.

A polícia encontrou em seus pertences um equipamento de peito tático preto e uma faca tática, uma pistola Glock 17 com dois pentes e munição, spray de pimenta, braçadeiras, martelo, chave de fenda, perfurador de pregos, pé de cabra, luz de pistola, fita adesiva, botas de caminhada com preenchimento na parte externa das solas e outros itens, afirmam as autoridades.

LEIA TAMBÉM

Leia também