Extremistas Pró-Aborto Planejam Ataques contra Igrejas Católicas no Domingo

Ativistas pró-aborto estão mirando igrejas católicas em todo o EUA no domingo, 8 de maio, Dia das Mães no país, citando a fé católica de vários juízes da Suprema Corte que assinaram o rascunho de opinião vazado que derrubaria Roe v. Wade, dando aos estados a responsabilidade de legislar sobre o aborto.

Um grupo de ativistas pró-aborto de extrema esquerda chamado Ruth Sent Us (Ruth Nos Enviou) – em alusão a Justice Ruth Bader Ginsburg, falecida recentemente – postou um vídeo no Twitter incentivando os ativistas a interromper missas. “Se você é um ‘Católico Pelo Direito de Decidir’, ex-católico, de outra [religião] ou nenhuma fé, reconheça que seis católicos extremistas decidiram derrubar Roe.

Os juízes Samuel Alito, Clarence Thomas, Brett Kavanaugh e Amy Coney Barrett são católicos, o sexto juiz a quem o grupo provavelmente se refere – Neil Gorsuch – é episcopal. O presidente da Suprema Corte John Roberts e Sonia Sotomayor são católicos, e os juízes Stephen Breyer e Elena Kagan são judeus.

Rise Up 4 Abortion Rights, outro grupo de extrema esquerda pró-aborto, organizou uma semana de ação que deve começar no Dia das Mães – 8 de maio nos EUA – com ações fora das igrejas.

“Esta ação é solicitada por um coletivo de grupos de direitos das mulheres de língua espanhola + ativistas em todo o país, incluindo Bride’s March, Centro de Desenvolvimento da Mulher Dominicana, Ni Una Menus e Las 17. Várias cidades sediarão protestos fora de igrejas proeminentes em suas cidades, eles podem parecer um grupo de pessoas segurando cartazes vestindo roupas de Handmaids Tale, distribuindo panfletos do lado de fora para os frequentadores da igreja ou fazendo um die-in.”, diz o grupo.

Terrorismo doméstico

“O presidente Biden deve condenar imediata e vigorosamente essas ameaças terroristas domésticas. Os fanáticos anticatólicos estão planejando intimidar e assediar os católicos em todo o país, junto com os juízes e suas famílias. Este país foi construído sobre a liberdade de expressão e a liberdade de religião. O presidente dos Estados Unidos deve defender ambos.”, disse o presidente da organização católica Voto Católico, Brian Burch, em comunicado.

“Essas ameaças seguem um número recorde de ataques a igrejas, santuários e símbolos católicos nos últimos dois anos”, escreveu ele.

Na noite de terça-feira, 3 de maio, o prédio e estátuas na Igreja do Sagrado Coração de Maria em Boulder, Colorado, foram danificados com pichações pró-aborto e uma janela foi quebrada, de acordo com o The Denver Post. “My Body My Choice” (Meu Corpo Minhas Regras) foi espalhado na porta da igreja e “Keep Your Religion Off Our Bodies” (Deixe Sua Religião Fora de Nossos Corpos) danificou uma parede externa.

Juízes sob risco de ataques

Conforme a American Wire News noticiou na quinta-feira, 5 de maio, Ruth Sent Us publicou on-line os endereços residenciais de Amy Coney Barrett, John Roberts, Samuel Alito, Brett Kavanaugh, Clarence Thomas e Neil Gorsuch e instou os ativistas a aparecer em suas residências particulares para protestar. O grupo chegou ao ponto de fornecer um mapa do Google bem marcado para cada uma das casas dos juízes.

A Fox News informou que “houve uma forte presença policial nas casas dos juízes após o vazamento” do projeto de opinião.

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS