Espaço aéreo dos EUA será fechado para aeronaves russas já nesta quarta-feira

O presidente Joe Biden anunciou durante o Estado da União que os EUA vão banir aeronaves russas do espaço aéreo dos EUA, juntando-se a um número crescente de países que estão fechando seus espaços aéreos para a Rússia após a invasão da Ucrânia.

As ordens da Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA entrarão em vigor até o final do dia de quarta-feira e suspenderão as operações de todas as aeronaves pertencentes, certificadas, operadas, registradas, fretadas, arrendadas ou controladas por, para ou em benefício de um cidadão russo.

Isso inclui voos de passageiros e de carga e voos regulares e fretados “fechando efetivamente o espaço aéreo dos EUA para todas as transportadoras aéreas comerciais russas e outras aeronaves civis russas”, disse o Departamento de Transportes.

“Esta noite, estou anunciando que nos juntaremos aos nossos aliados para fechar o espaço aéreo americano para todos os voos russos, isolando ainda mais a Rússia e adicionando um aperto adicional em sua economia.”

“Ele não tem ideia do que está por vir.”, disse Biden durante o discurso de terça-feira (1).

EUROPA. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, também anunciou que toda a União Europeia vai fechar o espaço aéreo para aviões russos, como vários países europeus – incluindo Alemanha, França e Itália – já baniram vôos russos.


ATUALIZADO 02/03/2022 11:15 AM EST com informações sobre quando a medida anunciada por Biden entrará em vigor.

LEIA TAMBÉM

Leia também