Diretora de Comunicação da Casa Branca pede demissão

A diretora de comunicação da Casa Branca, Kate Bedingfield, deixará o cargo nas próximas semanas; Bedingfield atuou na campanha e está na administração desde a posse de Joe Biden.

Bedingfield é uma assessora de longa data do presidente Joe Biden: ela foi sua diretora de comunicações quando ele atuou como vice-presidente de Barack Obama e se tornou sua vice-gerente de campanha para comunicações durante sua campanha em 2020.

A saída de Bedingfield ocorre enquanto a administração Biden enfrenta forte crítica por parte do povo americano em diversos temas, como inflação, promoção de pautas radicais de esquerda como suas políticas de combate ao setor de óleo e gás, o que vem levando o preço da gasolina para patamares inéditos na história recente americana.

Vários membros da administração, tanto ligados ao gabinete do presidente Joe Biden como ao gabinete da vice-presidente Kamala Harris, já pediram demissão. A última baixa, antes de Bedingfield, foi da Secretária de Imprensa Jen Psaki.

Insatisfação Popular com Biden

As pesquisas continuam mostrando uma gigantesca insatisfação dos americanos com o presidente, que piora a cada mês segundo as últimas sondagens.

Uma maioria esmagadora e crescente de americanos diz que os EUA estão indo na direção errada, incluindo quase 8 em cada 10 democratas, de acordo com uma nova pesquisa que mostra um profundo pessimismo sobre a economia sob a administração Joe Biden.

Entre todos os grupos, 85% dos adultos dos EUA dizem que o país está no caminho errado e 79% descrevem a economia como fraca, de acordo com uma nova pesquisa da Associated Press-NORC Center for Public Affairs Research.

Entre republicanos, quase a totalidade dos entrevistados — 92% — disse que o país está no caminho errado, segundo a pesquisa.

A pesquisa mostra que apenas 39% dos americanos aprovam a liderança geral de Biden, enquanto 60% desaprovam. Seu índice de aprovação caiu para o ponto mais baixo de sua presidência no mês passado e permanece nesse nível. 

O presidente democrata é ainda mais afetado pela economia, com 69% dizendo que o desaprovam na questão. Entre os democratas, 43% desaprovam a forma como Biden lida com a economia.

DDDDDDD

LEIA TAMBÉM

Leia também