Spotify vai remover músicas de Neil Young após ultimato do cantor para escolherem entre ele e Joe Rogan

A Spotify anunciou na quarta-feira (26) que está em processo de remover todas as músicas do cantor progressista americano Neil Young, de acordo com fontes do WSJ.

Neil Young exigiu em carta para sua gravadora que a Spotify removesse suas músicas devido ao que ele diz ser desinformação sobre vacinas disseminada pelo podcaster Joe Rogan. A outrora estrela do folk-rock e sua gravadora estavam discutindo o assunto.

“The Joe Rogan Experience” é atualmente o podcast mais popular do Spotify. Em 2020, Rogan assinou um contrato exclusivo de podcasting com o Spotify, no valor de mais de US$ 100 milhões.

“Com uma estimativa de 11 milhões de ouvintes por episódio, o JRE, hospedado exclusivamente no Spotify, é o maior podcast do mundo e tem uma influência tremenda. O Spotify tem a responsabilidade de mitigar a disseminação de desinformação em sua plataforma”, escreveu Young na carta. “Quero que vocês informem o Spotify imediatamente HOJE que quero todas as minhas músicas fora da plataforma deles… Eles podem ter Rogan ou Young. Não os dois.”

LEIA TAMBÉM: Trump fecha parceria com Rumble para sua nova rede social

“Queremos que todo o conteúdo de música e áudio do mundo esteja disponível para os usuários do Spotify. Com isso vem uma grande responsabilidade em equilibrar a segurança para os ouvintes e a liberdade para os criadores. Implementamos políticas de conteúdo detalhadas e removemos mais de 20.000 episódios de podcast relacionados ao COVID desde o início da pandemia. Lamentamos a decisão de Neil de remover suas músicas do Spotify, mas esperamos recebê-lo de volta em breve”, disse um porta-voz do Spotify ao The Hollywood Reporter.

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS