GUERRA: Rússia invade Ucrânia, ataca alvos militares e captura aeroportos

Forças russas iniciaram o que o presidente Vladimir Putin chamou de “operação militar especial” na Ucrânia no início da manhã de quinta-feira (24) em Moscou; Ocidente promete sanções severas contra a Rússia.

Em outras palavras, começamos a assistir ao início de mais uma guerra, dessa vez com potencial de guerra mundial.

A invasão de grande escala da Ucrânia pela Rússia mudou drasticamente o clima em Kiev, à medida que a nação se depara com a nova realidade de que está em guerra. EUA e aliados preparam nova onda de sanções; Biden vai se pronunciar no início da tarde.

O parlamento da Ucrânia, o Verkhovna Rada, votou para impor lei marcial em toda a Ucrânia. O parlamento também endossou a declaração de emergência nacional declarada pelo presidente Volodymyr Zelensky.

Putin fez seu discurso televisionado enquanto uma sessão de emergência do conselho de segurança da ONU estava em andamento, uma das sessões mais surreais que o órgão já testemunhou, já que a guerra que deveria evitar teve inicio justamente enquanto ela estava em andamento — e sendo presidida pela Rússia.

O embaixador russo Vasily Nebenzya, presidente da sessão, disse que não era uma guerra que estava em andamento, mas uma “operação militar especial” para proteger o povo de Donbas.

Os militares russos alegaram após horas da primeira onda de ataques que todas as bases aéreas da Ucrânia haviam sido neutralizadas na barragem de mísseis que iniciou a invasão russa.

Explosões foram relatadas em todo o país, inclusive em Kiev, Kharkiv, Mariupol, Dnipro, Odessa, Slavayansk e Kramatorsk, muito além da região de Donbas.

A CNN relatou testemunhar através de uma câmera transmitindo ao vivo na fronteira, tropas entrando na Ucrânia via Bielorrússia.

A Rússia, segundo a AFP, diz ter destruído 70 alvos militares ucranianos e 11 bases aéreas.

As forças ucranianas dizem ter matado cerca de 50 “ocupantes russos” enquanto retomavam o controle da cidade de Shchastya, na linha de frente no leste. A informação, reportada inicialmente pela AFP, não pôde ser confirmada pela agência.

No início da tarde na Ucrânia, sirenes começaram a soar na capital Kiev em diversos momentos alertando a população sobre possíveis ataques aéreos na cidade.

Aeroportos pelo país foram capturados por Russos., incluindo Gostomel, Melitopol, Boryspil, Nikolaev, Kramatorsk, Kherson, Kharkiv e na capital Kiev.

A Casa Branca disse na manhã de hoje que “O presidente Biden se reuniu com sua equipe de segurança nacional na Sala de Situação nesta manhã para discutir os últimos desenvolvimentos na Ucrânia. Ele discutiu como responsabilizaremos a Rússia por seu ataque não provocado e injustificado à Ucrânia.”.

LEIA TAMBÉM

Leia também