Kremlin acusa EUA de declarar guerra econômica contra Rússia

O Kremlin acusou na quarta-feira (9) os EUA de declarar guerra econômica contra a Rússia após Joe Biden anunciar bloqueio na importação de petróleo russo.

A economia da Rússia está enfrentando a crise mais grave desde a queda da União Soviética em 1991, depois que o Ocidente impôs sanções incapacitantes a quase todo o sistema financeiro e corporativo russo após a invasão da Ucrânia por Moscou.

“Vocês vejam a bacanal, a bacanal hostil, que o Ocidente semeou – e isso, claro, torna a situação muito difícil e nos obriga a pensar seriamente”, disse o porta-voz do governo russo Dmitry Peskov.

“A situação exige uma análise bastante profunda – as decisões anunciadas pelo presidente Biden”, disse Peskov. “Se você está me perguntando o que a Rússia vai fazer – a Rússia fará o que for necessário para defender seus interesses.”

“Os Estados Unidos definitivamente declararam guerra econômica contra a Rússia e estão travando essa guerra”, disse ele.

PETRÓLEO RUSSO. O presidente Joe Biden anunciou na terça-feira (8) que os EUA vão banir a importação do petróleo russo como parte da série de sanções que estão sendo anunciadas quase que diariamente pelo ocidente desde a invasão da Rússia na Ucrânia.

A decisão está sendo tomada pelos EUA sozinho, mas o planejamento para o anúncio da medida teria sido conduzido em estreita consulta com os aliados europeus, que são mais dependentes do fornecimento de energia russa. 

O gás natural da Rússia é responsável por um terço do consumo europeu de combustível fóssil. Os EUA não importam gás natural russo.

O governo do Reino Unido também anunciou na terça-feira que planeja eliminar gradualmente todas as importações de petróleo russo ao longo dos próximos meses, reporta a Bloomberg.

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS