Biden pede US$ 10 bilhões ao Congresso para ajuda à Ucrânia

A Casa Branca oficializa pedido à Câmara dos Representantes de ao menos US$ 10 bilhões para assistência humanitária e defesa na Ucrânia.

Em uma carta enviada à presidente da Câmara, Nancy Pelosi, na quarta-feira (2), o Escritório de Administração e Orçamento disse que o financiamento é uma “necessidade imediata”.

“Agradecemos o apoio contínuo do Congresso ao financiamento da Ucrânia, que permitiu que os EUA fornecessem mais de US$ 1,4 bilhão em assistência à Ucrânia desde 2021”, dizia a carta. “Esta solicitação identifica uma necessidade imediata de US$ 10 bilhões em assistência humanitária, de segurança e econômica adicional para a Ucrânia e os parceiros da Europa Central devido à invasão injustificada e não provocada da Rússia”.

O valor é maior do que o inicialmente planejado pela administração Biden, que pretendia pedir cerca de US$ 6 bilhões, conforme noticiou o Direto da América inicialmente.

PANDEMIA. Na carta, a administração também pede outros US$ 22.5 bilhões para um plano federal de preparação para futuras pandemias.

Os EUA planejam começar a estocar milhões de testes que podem ser feitos em casa e comprimidos para o tratamento do COVID-19, como parte de um novo plano de 96 páginas.

“Chegamos a um novo momento na luta contra o COVID-19. Por causa do progresso significativo que fizemos como país, a determinação e resiliência do povo americano e o trabalho que fizemos para criar ferramentas amplamente disponíveis para proteção, estamos avançando com segurança, voltando às nossas rotinas mais normais”, disse o coordenador de resposta à COVID-19 da Casa Branca, Jeff Zients, a repórteres na quarta-feira.

LEIA TAMBÉM

Leia também