Biden anuncia envio de tropas para o leste europeu

O presidente Joe Biden anunciou nesta sexta-feira (28) o envio de tropas americanas para o leste europeu e para países membros da OTAN. O anúncio foi feito para repórter quando voltava de uma viagem a Pittsburgh, na Pensilvânia.

“Vou transferir tropas para o leste europeu e países da OTAN no curto prazo. Não muitos”, disse o presidente.

O anúncio vem após tropas dos EUA em solo americano terem sido colocadas em alerta elevado devido à situação envolvendo Rússia e Ucrânia, conforme reportou o Direto da América. Soldados das bases militares de Fort Bragg, na Carolina do Norte, Fort Carson, no Colorado, entre outras bases para suporte médico, suporte de aviação, suporte logístico e unidades prontas para combate, de acordo com o Pentágono.

O alerta envolve também a 82ª Divisão Aerotransportada do Exército Americano, também baseada em Fort Bragg.

EUA também identificou, segundo Kirby, “mais acúmulo crível de forças de combate” russas nas últimas 24 horas em áreas ao redor da Ucrânia, inclusive na Bielorrússia.

Segundo o The New York Times, em uma reunião no sábado (22/01) em Camp David, o retiro presidencial no estado de Maryland, altos funcionários do Pentágono apresentaram a Biden várias opções que levariam os ativos militares americanos para muito mais perto da porta da Rússia. As opções incluiriam o envio de 1.000 a 5.000 soldados para os países do Leste Europeu, com potencial de aumentar esse número dez vezes se a situação deteriorar.

O secretário de Defesa Lloyd Austin instruiu o presidente por meio de videoconferência segura (VTC). O Chefe do Estado-Maior Conjunto Gen. Mark Milley também estava no VTC. Geralmente, o secretário informa o presidente e, em seguida, o Estado-Maior fornece mais detalhes operacionais.

LEIA TAMBÉM

Leia também