Grupo “católico” projeta mensagens pró-aborto na Basílica de Washington DC na véspera da Marcha Pela Vida

Grupo ativista projeta mensagens a favor do aborto na fachada da Basílica do Santuário Nacional da Imaculada Conceição na noite de quinta-feira (20) em Washington, DC, enquanto uma vigília de orações pela vida era conduzida no interior da igreja.

O grupo Catholics for Choice assumiu a responsabilidade pelas imagens, que foram transmitidas de um canteiro central do outro lado da rua da basílica enquanto uma vigília de oração para acabar com o aborto acontecia no interior.

Em letras grandes, blocos visíveis da basílica, as mensagens diziam “CATÓLICOS PRÓ-ESCOLHA VOCÊS NÃO ESTÃO SOZINHOS”, “1 EM 4 PACIENTES ABORTO É CATÓLICO” e “CATÓLICOS PRÓ-ESCOLHA”.

Outras mensagens projetadas no prédio da Igreja incluíam “PAREM DE ESTIGMATIZAR” e “COMECEM A OUVIR”. As palavras foram projetadas na torre do sino e na fachada superior da igreja acima da entrada frontal.

“Então, estou do lado de fora da Basílica do Santuário Nacional da Imaculada Conceição em DC, e Catholics for Choice estão aqui projetando mensagens na igreja em apoio ao direito ao aborto. O protesto coincide com a “vigília de oração pela vida” da Basílica, que acontece no interior.”, relatou o repórter da Religion News Service, Jack Jenkins, anexando imagens do ato.

O protesto coincide com a “vigília de oração pela vida” da basílica, que acontece no interior.

Ashley Wilson, diretora de comunicação e estratégia da Catholics for Choice, twittou uma “explicação” sobre o ato de profanação.

“Sei que minha fé ensina os católicos a honrar a consciência pessoal”, escreveu ela. “E, no entanto, a hierarquia católica procura polarizar os católicos pró-escolha e vilanizar as pessoas que fazem a escolha moral de fazer abortos”.

“Estou cansada de sentir vergonha e estigma por ser uma católica pró-escolha”, acrescentou Wilson. “E não estou aqui para que as pessoas julguem meu próprio relacionamento pessoal com Deus.”

“A tentativa de profanação é enorme. Diabólico. Mãe Maria, rogai por eles, agora e na hora da morte. Amém.”, disse o Arcebispo de São Francisco, Salvatore Cordileone.

A ação provocativa dos Catholics for Choice ressalta o aumento da hostilidade em relação à Marcha Pela Vida deste ano, quando muitos americanos pró-vida esperam que a Suprema Corte dos EUA derrube a decisão Roe v. Wade de 1973 que legalizou o aborto em todo o país. Uma decisão no caso Mississippi Dobbs v. Jackson Women’s Health Organization também está prevista para junho.

No sábado, um grupo chamado NYC for Abortion Rights planeja realizar um comício intitulado “F— a Marcha Pela Vida” do lado de fora da Catedral de St. Patrick, em Manhattan. “Venha fazer piquete e FAZER BARULHO conosco!! Estamos interrompendo a bula anti-aborto da Igreja Católica — no aniversário da decisão Roe vs. Wade”, tuitou o grupo na quarta-feira.

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS