Capitólio vai reinstalar grades às vésperas de discurso de Biden e de manifestação de caminhoneiros

A Polícia do Capitólio anunciou que vai reerguer grades de proteção em torno do Congresso americano com temor de manifestação de caminhoneiros americanos e do ‘Discurso do Estado da União’ do presidente Joe Biden, em 1° de março.

“A Polícia do Capitólio dos Estados Unidos e o Serviço Secreto dos Estados Unidos têm trabalhado juntos para planejar o próximo Estado da União”, disse a Polícia do Capitólio em um comunicado à imprensa.

O Great American Patriot Project, um grupo de caminhoneiros americanos inspirados nas manifestações pacíficas em Ottawa, no Canadá, vem organizando protestos por liberdade e contra restrições relacionadas ao COVID-19 em várias cidades americanas.

O grupo incentivou os caminhoneiros a se juntarem a três comboios para Washington, DC, no próximo mês. O grupo criou um site por onde recebe inscrições de caminhoneiros interessados em participar dos comboios.

“Acho que ninguém quer [receber] ordens sobre o que [deve] fazer”, disse Erica Knight, porta-voz do GAPP, à Fox News. “Eles não querem lidar com essas obrigatoriedades e essa é uma forma de defender todo o povo americano contra isso.”

CANADÁ. O protesto americano vem sendo organizado enquanto caminhoneiros canadenses estão sendo vítimas de uma escalada anti-democrática do governo canadense para suprimir os atos pacíficos que já duram semanas em Ottawa.

O primeiro-ministro canadense Justin Trudeau invocou há poucos dias poderes emergenciais nunca antes acionados no país, nem mesmo durante a pandemia, dando plenos poderes ao Estado para agir contra caminhoneiros opositores ao governo acampados em Ottawa.

Até o momento nenhum tipo de incidente violento foi registrado por parte dos manifestantes. O mesmo não pode ser dito sobre a polícia da cidade, que vem agindo com brutalidade contra cidadãos canadenses que integram a manifestação.

Imagens chocantes mostram a cavalaria passando por cima de pessoas, policiais agredindo com socos e joelhadas manifestantes desarmados e já rendidos. Veja a thread abaixo no Twitter do Direto da Américaz

O chefe de polícia de Ottawa prometeu perseguir cada um dos manifestantes pelos próximos meses e puni-los com sanções financeiras e acusações criminais. (Ver vídeo abaixo)

“Se você estiver envolvido neste protesto, procuraremos ativamente identificá-lo e aplicaremos sanções financeiras e acusações criminais. Com certeza. Esta investigação continuará nos próximos meses”.

LEIA TAMBÉM

Leia também