Texas inicia construção do próprio muro na fronteira com o México

O estado do Texas inicia projeto de construção do próprio muro na fronteira com o México com o objetivo de barrar ondas de imigração ilegal como as vistas durante os últimos meses, as maiores ondas de ingresso ilegal nos EUA em toda a história, segundo dados da imigração americana.

As obras do muro original, conduzidas pela administração federal durante o governo do ex-presidente Donald Trump, foram interrompidas pela administração Biden assim que o democrata tomou posse, gerando milhões de dólares em prejuízos com materiais abandonados nos canteiros de obras e com quebras contratuais com empreiteiras.

O esforço do estado fronteiriço é o de limitar ao máximo eventos como os vistos no primeiro ano da administração Biden-Harris, quando mais pessoas cruzaram ilegalmente a fronteira do que durante qualquer ano nos 97 anos de existência da Patrulha de Fronteira.

“Na verdade, estamos começando as obras e enviando uma mensagem importante ao governo federal de que, se você não fizer seu trabalho, o Texas o fará”, disse o comissário de terras do Texas, George P. Bush, em entrevista, na sexta-feira (17).

“Somos um povo que pode fazer – um povo resiliente”, disse Bush. “Sabemos quando estamos sendo duros e, neste caso, é esse desprezo flagrante pelas leis federais de imigração”.

Fotos compartilhadas no Twitter pelo repórter da Fox News Bill Melugin mostram o progresso que está sendo feito no muro, que Melugin explicou que usa “terras do estado e dinheiro do estado” em vez de financiamento federal.

“Estes são os primeiros painéis no que será um trecho de 1,7 milhas projetado para ajudar a preencher as lacunas onde não há muro federal”, twittou Melugin. “Mais projetos planejados.”, disse o repórter que vem acompanhando desde o início a crise humanitária na fronteira sob o governo Biden.

Em setembro, Abbott aprovou um projeto de gastos de US$ 1,88 bilhão para o financiamento da segurança na fronteira, complementando outro US$ 1,05 bilhão que o estado aprovou na primavera, de acordo com o Texas Tribune. Cerca de US$ 750 milhões irão para a construção de uma “barreira na fronteira”, além dos US$ 250 milhões que o estado aprovou durante o verão para o muro. Nesse ínterim, Abbott usou contêineres, arame farpado e, mais recentemente, barcos para construir barreiras improvisadas que impedem os migrantes de entrar no estado.

Em uma aparição na Fox Business na sexta-feira, Abbott disse que US$ 3 bilhões em recursos do contribuinte ajudaram para os esforços de segurança nas fronteiras. Ele disse que o muro custará menos do que custou para o governo Trump porque “ao contrário do governo Trump, não temos que dedicar dinheiro para adquirir as terras … O estado do Texas possui [terras] na própria fronteira”, explicou ele . “Em segundo lugar, há proprietários de terras enormes na fronteira que estão fartos das políticas de fronteira aberta de Biden e estão doando suas terras ao Texas para que possamos usar essas terras gratuitamente para construir o muro em suas propriedades.”

Início das obras

O governador do Texas Greg Abbott anunciou oficialmente neste sábado (18) o início da construção do muro de fronteira do Texas no Vale do Rio Grande. É a primeira vez na história do país que um estado constrói seu próprio muro de fronteira: FOX NEWS

LEIA TAMBÉM

Leia também