Governador do Texas dá ordem para polícia prender e retornar imigrantes ilegais para a fronteira

O governador do Texas, Greg Abbott (R), assinou na quinta-feira, 7 de julho, uma ordem executiva determinando que agentes da polícia estadual e Guarda Nacional do Texas prendam e retornem imigrantes que entraram ilegalmente nos EUA de volta para a fronteira com o México.

O procedimento é incomum, uma vez que a responsabilidade original por questões imigratórias recai sobre autoridades federais, como a Border Patrol, agência do Customs and Border Protection, responsável pelo patrulhamento das fronteiras, detenção de imigrantes ilegais e encaminhamento para deportação.

“O estado do Texas está mais uma vez intensificando e tomando medidas sem precedentes para proteger os americanos e proteger a fronteira sul”, disse o governador republicano Greg Abbott em comunicado.

A ordem executiva dá poderes à Guarda Nacional do Texas e ao Departamento de Segurança do Texas “para prender imigrantes ilegais que cruzam ilegalmente a fronteira entre os portos de entrada e devolvê-los à fronteira”, disse o comunicado.

Abbott acusa há bastante tempo os democratas por serem brandos com a questão imigratória e disse na quinta-feira que a medida era necessária porque o presidente dos EUA, Joe Biden, “se recusa a fazer seu trabalho e fazer cumprir as leis de imigração promulgadas pelo Congresso”.

Esta ordem executiva ocorre após a decisão do governo Biden de encerrar as expulsões relacionadas ao Título 42 e a política de permanência no México de imigrantes que aguardam uma decisão sobre o pedido de asilo. O fim dessa política levou a níveis históricos de travessias ilegais.

Somente no feriado de 4 de julho, 5.000 imigrantes foram detidos, criando uma crise de fronteira que invadiu comunidades ao longo de todo o Texas.

Casa Branca

A Casa Branca alertou o governador do Texas na sexta-feira, 8 de julho, contra a “intromissão” em assuntos federais depois de ter autorizado a polícia estadual a deter imigrantes que cruzaram ilegalmente a fronteira do México.

A ordem do governador do Texas, estado com a maior fronteira com o México, deve desencadear uma nova batalha judicial entre Texas e Washington.

“A fiscalização da imigração é de autoridade federal, e os estados não deveriam… se intrometer nela”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, acusando Abbott de ter “um histórico de causar caos e confusão na fronteira”.

Combate ao Crime na Fronteira

Desde o lançamento da Operação Lone Star, um esforço de várias agências estaduais, mais de 274.000 imigrantes ilegais foram detidos e mais de 16.900 prisões de criminosos foram realizadas, com mais de 14.200 indiciamentos oficializados. Mais de 5.700 armas e mais de US$ 43 milhões em dinheiro foram apreendidos pelas forças de segurança do Texas.

“A Operação Lone Star continua a preencher as perigosas lacunas deixadas pela recusa do governo Biden em proteger a fronteira. Cada indivíduo que é apreendido ou preso e cada grama de drogas apreendidas teriam chegado às comunidades do Texas e do país devido às políticas de fronteira aberta do presidente Biden.”, disse o governo do estado em comunicado.

Apreensão Recorde de Drogas

Agentes federais apreenderam recentemente mais de 1.000 libras (cerca de 500 quilos) de metanfetamina, segundo dados divulgados na quinta-feira, 7 de julho.

Agentes da Alfândega e Proteção de Fronteiras (CBP) que trabalham no posto de fronteira de Santa Teresa, no Novo México, fizeram a apreensão em 30 de junho, depois que uma pessoa dirigindo um caminhão de reboque tentou entrar nos EUA do México. O CBP descobriu mais de 208 pacotes de metanfetamina, totalizando 1.037 dentro, depois de parar o caminhão para inspeção adicional.

“Excelente trabalho de nossos oficiais do CBP na interceptação dessa enorme quantidade de uma droga muito perigosa”, disse o diretor interino do Porto de Santa Teresa, John Hawkins, em comunicado.

A apreensão ocorre quando a atividade de drogas ao longo da fronteira sul aumentou desde o início da pandemia, segundo autoridades policiais.

Imigração Ilegal Sob Biden

A Patrulha de Fronteira dos EUA divulgou na sexta-feira, 17 de junho, que 50 pessoas na lista de terrorismo dos EUA já foram presas em 2022 atravessando ilegalmente a fronteira entre México e EUA. Em maio, 15 terroristas foram presos.

O número impressionante de prováveis terroristas presos na fronteira em 2022 soma-se a outro número chocante. Somente no mês de maio 239.416 imigrantes foram apreendidos entrando ilegalmente pela fronteira sul dos EUA., segundo a Customs and Border Protection (CBP).

A política de fronteiras abertas da administração Joe Biden também já computa 1.5 milhão de entradas ilegais em 2022 até o mês de maio.

Desde a posse do democrata em janeiro de 2021, cerca de 3,5 milhões de pessoas entraram ilegalmente no país, um recorde histórico. O número obviamente não contabiliza imigrantes ilegais que entraram sem ser detectados.

Apenas 42% foram expulsos sob a política de emergência pandêmica do Título 42. O restante foi processado sob as regras normais de imigração, o que na administração Biden geralmente significa ser liberado dentro do país, contrariando as leis federais de imigração.

Mark Morgan, comissário do Customs and Border Protection durante o governo Trump, disse que as 15 apreensões de pessoas na ‘watch list’ e o aumento no número geral de migrantes indicam uma “legítima vulnerabilidade de segurança nacional em nossa fronteira sul”.

“Estou preocupado que o próximo terrorista já esteja nos Estados Unidos por causa das políticas de fronteira aberta deste governo”, disse Morgan ao Washington Times.

Entrada de drogas dispara 4.000%

O volume de drogas apreendidas na fronteira também disparou em 2021, subindo 4 mil porcento em comparação com anos anteriores.

Em 2018, a Patrulha de Fronteira no setor de El Paso, Texas, encontrou apenas meio quilo de fentanil fora dos portos de entrada. Em 2019, um quilo. Em 2020, quatro quilos e meio.

Durante o ano fiscal de 2021, os agentes encontraram 20 quilos.

De acordo com a Drug Enforcement Administration, dois miligramas de fentanil podem ser letais, dependendo do tamanho do corpo de uma pessoa. Um quilo de fentanil tem o potencial de matar 500.000 pessoas.

Texto originalmente publicado no portal do Direto da América (C) em www.DiretoDaAmerica.us

DDDDDDD

LEIA TAMBÉM

Leia também