Los Angeles enfrenta onda de saques a trens com mercadorias

Há meses ladrões têm mirado trens de carga que atravessam a região central de Los Angeles transportando caixas e pacotes de mercadorias. A sua maioria provenientes de compras feitas em sites de comércio eletrônico deixando as áreas próximas dos trilhos inundadas com restos de papelão e plástico e mercadorias que não interessaram aos bandidos.

O mar de destroços deixado para trás inclui itens que os ladrões aparentemente não achavam valiosos o suficiente para levar.

Imagem: CBS Los Angeles

O cinegrafista da CBS 2 Los Angeles, John Schreiber, foi até os trilhos na altura do bairro de Lincoln Heights, em Los Angeles, e descreveu a cena como sendo a de “pacotes saqueados até onde a vista alcança”, incluindo “pacotes Amazon, caixas da UPS, testes de COVID não utilizados, iscas de pesca, canetas”, disse ele em um tweet na quinta-feira.

As imagens de Schreiber são impressionantes e em nenhum momento parecem ter sido feitas nos Estados Unidos mas talvez em algum país miserável da África ou no Oriente Médio.

A Union Pacific (UP), empresa ferroviária proprietária dos trilhos, tem seu próprio departamento de polícia com jurisdição sobre crimes cometidos na ferrovia, de acordo com seu site.

As cenas caóticas são as mesmas de novembro, quando a NBC4 mostrou restos de milhares de caixas jogadas ao longo dos trilhos alinhados com acampamentos de sem-teto na área de Lincoln Park, em Los Angeles.

Os trens que passavam carregavam contêineres com as portas abertas e era possível ver os pacotes caindo para fora do trem, informou na ocasião a NBC4. O vídeo mostrava dois homens, um segurando o que parecia ser um alicate, andando pelos trilhos, disse a emissora.

A Union Pacific disse em comunicado que a empresa estava preocupada com o aumento dos roubos de carga na Califórnia.

“Aumentamos o número de agentes especiais da Union Pacific em patrulha e utilizamos e exploramos tecnologias adicionais para nos ajudar a combater essa atividade criminosa. Também continuaremos a trabalhar com nossos parceiros locais da polícia e líderes eleitos”, disse a empresa.

Luis Rosas, que ganha cerca de US$ 20 por hora trabalhando para uma empresa subcontratada pela Union Pacific para resgatar itens dos trilhos na área de Los Angeles, diz que já encontrou os ladrões em ação antes. Usando alicates, eles quebram as fechaduras dos contêineres e carregam vans ou caminhões com a mercadoria roubada.

Rosas vem fazendo esse trabalho quase diariamente há cerca de seis meses e, embora tenha sido instruído para não se envolver em confrontos, ele ainda sente medo.

“Eles nem fogem mais. Eles fazem isso bem na nossa frente”, disse ele à Associated Press, vestindo um colete amarelo brilhante antes de ir trabalhar para pegar pneus de carro ao longo das pistas. “No começo eu fiquei chocado. Fiquei estarrecido com isso.”, disse.

- PUBLICIDADE -

ÚLTIMAS